09 abril, 2010

ANJO MULHER

ANJO MULHER

                  Edson C Contar

Abandona a ilusão, a inocência,
Entrega-te aos profanos sentimentos,
Transforma tuas asas em amarras
E apega-te a vida um momento...

Pois que anjo vieste por acaso...
Tens no sangue o pecado a latejar,
Tens na face a imagem da volúpia
E a tentação se desenha em teu andar...

Despe tuas asas e entrega ao poeta
O segredo da paixão que tens guardada...
Que ele paire no enlevo da poesia,
Imaginando-te por ele apaixonada...
Pois só poetas tem o dom, o privilégio
De um anjo mulher
A proteger sua caminhada.
-0-
leia outras poesias
escolha no índice à esquerda


2 comentários:

  1. Estimado poeta Edson Contar

    Encantei-me com o conteúdo literário de seu espaço e esqueci do tempo. Voltarei sempre.
    Parabens e abraços com minha admiração
    Maria Luiza Bonini

    ResponderExcluir
  2. Olá caro escritor,
    Está de parabéns seus trabalhos são bem interessantes e de muita sensibilidade artística.
    abraço
    Ivani

    ResponderExcluir