09 abril, 2010

REFÚGIO


REFÚGIO

Nenhum ser humano sabe os seus segredos...
Só o mar vem buscar seus recados, cujo destinatário
parece responder, enviando carícias na brisa que sopra seus cabelos.
Logo, o sol deixará um último beijo em sua face e dará lugar ao luar...
E o luar trará, talvez, a poesia que espera ouvir no marulhar das mansas ondas
que lambem as pedras, deixando marcas que só ela sabe traduzir...
E o oceano entoará uma suave melodia em parceria com o vento...
E então, finalmente, só ela percebrá no horizonte prateado
a imagem do poeta que partiu, um dia...

Edson Carlos Contar
Campo Grande Ms

setembro/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário