09 abril, 2010

MINHA CANÇÃO


MINHA CANÇÃO

Deixa que eu cante,
Sem regras, sem rimas,
Sem ter com palavras,
A menor preocupação.
Deixa que eu faça,
Em letras pequeninas,
Minha simples seresta,
doce canção...

Que na letra que eu faço,
Não se prenda o espaço,
Nem cadência ou harmonia,
No grafar a melodia...

Que a minha partitura
Seja o teu coração,
E nele fique gravada,
Para ser sempre lembrada,
Cada nota cantada,
Por corais em tom paixão...

E quero ser o maestro,
A conduzir esse canto,
A reger teu encanto,
Que se fez em melodia.

E em envolvente ardor,
Que no mundo todo ecoe,
E no universo ressoe,
Minha canção de amor...

         Edson Carlos Contar




Nenhum comentário:

Postar um comentário